• General Search
  • Empresas
  • Blogs

Sobre Nós

Vila Madá para os íntimos!

É um dos bairros mais badalados e agitados de São Paulo e um dos mais descolados do mundo. São inúmeros bares, restaurantes, galerias, grafites, baladas e lojas espalhadas por ruas com nomes inusitados, como a Aspicuelta (um padre espanhol do século 16), a Girassol, a Purpurina ou a Wisard.

O Bairro possui vários cafés e lugares para lanches leves e gostosos.

E cada estabelecimento tem seu jeitinho especial. Têm os botecos clássicos, daqueles com azulejos na parede, chope gelado, futebol e caldinho de feijão, como o Filial e o São Cristovão, e os com algo a mais, como a Mercearia São Pedro e o Salve Jorge – que dá desconto pra qualquer um que se chame Jorge.

Lojas se destacam com produtos estilosos e variados.

O bairro oferece outras diversas baladas para todos os gostos. Para os adeptos de um bom samba, rock, MPB sempre temos boas opções.

Balcões vazio são raros, movimento é grande de moradores e turistas.
Vale lembrar que toda balada é cercada por bons e baratos botecos, para fazer o esquenta.
Shows ao vivo também são comuns na região.

Charme cultural

Lembre-se: a região é reduto de intelectuais. Portanto, há sempre boas pedidas para procurar e comprar livros, como a Livraria da Vila. O encanto do ambiente vale um longo passeio: escolha alguns títulos e vá curtir um café no fundo da loja.

Grafites transformam beco em galeria a céu aberto.

Vale também visitar a acolhedora Feira Omaguás – batizada com o nome da praça em que está instalada. Reúne, aos domingos, um seleto número de artesãos que expõem e vendem trabalhos originais e de qualidade.

Ateliês e galerias de arte dão toque ainda mais charmoso ao bairro. Perto da curta Rua Gonçalo Afonso é possível descobrir um esconderijo mais conhecido como Beco do Batman. A via estreita forrada com pedras de paralelepípedo esconde exposição a céu aberto de grafite, cujos muros dos dois lados da calçada são adornados pelos desenhos multicoloridos.

Há ainda a A Sétima, galeria que reúne diversos artistas de rua e serve como local de construção coletiva de arte, onde grafiteiros e pintores podem expor e vender seu trabalho.

Nas opções culinárias, algumas misturam a comida com loja de decoração, como o Lá da Venda; ou então o coletivo Armazém da Cidade, que vende comes, bebes, roupas e muito mais – além de promover encontros musicais pelo bairro, cheio de coisas gostosas e lanches à venda.

Ou então a charmosa Oficina da Pizza, que com uma extensa carta de vinhos e uma decoração bastante única serve uma das melhores fatias da região. Isso tudo além de diversos outros restaurantes italianos, vegetarianos, franceses, japoneses e outros “eses”. Sem contar as sorveterias, as docerias e os foodtrucks que frequentam a região.

Para quem gosta de comprar, as opções atendem a todos os gostos. Da marca carioca Farm e sua loja premiada por seu projeto sustentável; do atelier Machado e seus itens de papelaria deslumbrantes, ou do Estúdio Paulo Alves, com belos móveis feitos de madeira, até os brechós e lojas mais simples, ou ainda opções mais luxuosas, tanto o jovem moderninho quanto o adulto mais elegante vão encontrar o que buscam.

Adaptado de: http://spturis.com/